Prémio Rafael Manzano 2020

O Prémio Rafael Manzano de Nova Arquitetura Tradicional visa difundir o valor da arquitetura tradicional

No dia 19 de novembro será entregue o nono Prémio Rafael Manzano de Nova Arquitetura Tradicional, no valor de € 50.000. O júri composto por prestigiados arquitetos nacionais e internacionais decidiu que este ano cabe ao arquiteto espanhol Fernando Martín Sanjuán.

Seu trabalho, espalhada por toda a Écija, inclui tanto o restauro de edifícios emblemáticos, como os monumentais palácios do século XVIII da cidade, como casas novas modestas concebidas simplesmente para serem habitadas, mas imbuídas do carácter particular da cidade: alturas, texturas, materiais, composição de aberturas e fachadas… Estas casas preenchem lacunas existentes no tecido urbano, dando continuidade às suas ruas e praças de uma forma exemplar e discreta.

Com o mesmo cuidado e atenção que teve na restauração e reabilitação de alguns dos edifícios mais singulares da cidade de Écija, monumentos do barroco de Écija, como o Palácio de Benamejí, o Palacio de Santaella ou o Palacio de Casa Saavedra, Fernando concebeu uma série de novos edifícios com o objectivo de serem acrescentados ao cenário dos monumentos mais representativos da cidade.

A criação do Prêmio Rafael Manzano, prêmio de arquitetura de maior dotação econômica da Espanha, é possível graças à generosidade do filantropo norte-americano Richard H. Driehaus. Além disso, o Sr. Driehaus criou um concurso para ajudar a recuperar o patrimônio das cidades espanholas e um prêmio para tornar visível o trabalho dos artesãos da construção.

O Prêmio Manzano é organizado pelo The Richard H. Driehaus Charitable Lead Trust e INTBAU (International Network for Traditional Building Architecture and Urbanism), uma fundação cujo patrono é o Príncipe de Gales.

.

Medalha Richard H. Driehaus para a Preservação do Património

Vítor Cóias e Silva recibirá el galardón en la Ceremonia de entrega del Premio Manzano

En esta segunda edición de la Medalla, el galardonado ha sido Vítor Cóias e Silva por el impacto que ha tenido su labor como ingeniero civil en la investigación, el desarrollo, la puesta en práctica y la difusión de soluciones técnicas respetuosas con la integridad estructural y constructiva de los monumentos a rehabilitar.

É também de salientar a sua importância como educador, tanto para o público especializado como para o público em geral, graças à coerência e continuidade das suas inúmeras iniciativas destinadas a promover uma melhor preservação do património arquitectónico e das tradições de construção através de múltiplos congressos, publicações, entrevistas e especialmente através da revista Pedra & Cal e da criação de plataformas cívicas como o Grémio do Património ou o Fórum do Património.

Na quinta-feira, 19 de novembro, a cerimônia de entrega dos dois prêmios será realizada na Real Academia de Bellas Artes de San Fernando, em Madrid.

Uso de cookies

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies